facebook
Voltar para a lista

Beterraba é considerada uma mina de ouro em antioxidantes

25/02/2020

A beterraba (Beta vulgaris L.) é uma hortaliça popular e que agrada consumidores de todo o mundo. Essa raiz possui excelente densidade nutricional, ou seja, baixo valor calórico e variedade de vitaminas, minerais e compostos bioativos. Já o teor de fibras fornece propriedades tecnológicas interessantes para a indústria de alimentos, como enriquecimento de massas, bolos e biscoitos.

Não bastasse esses benefícios, a cor roxo-avermelhada da beterraba, ocorre devido a presença de betalaínas, um pigmento natural, pouco encontrado na natureza e com propriedades antioxidantes associadas à proteção contra doenças degenerativas.


No Brasil, a principal matéria prima para produção de sacarose é a cana. Mas você sabia, que em países de clima frio, a fonte de açúcar é um tipo de beterraba? Isso mesmo, a variedade Beta vulgaris subsp. vulgaris, conhecida como beterraba sacarina é utilizada para de até 30% da sacarose produzida no mundo. E pode saber, você provavelmente já se deliciou com algum doce a base de beterraba, caso tenha passado férias na Europa.


produtores de beterraba do brasil

O consumo de beterraba no Brasil

Os maiores produtores de beterraba no mundo são a Rússia, França e Estados Unidos. Cada um desses países produzem mais de 30 milhões de toneladas desse vegetal. No entanto, a maior parte de sua produção é destinada para indústria de açúcar e, mais recentemente, para o mercado de biodiesel.

No Brasil, a beterraba é destinada para alimentação e pode ser encontrada no mercado de várias maneiras, como produtos inteiros, cozidos, enlatados ou fatiados e pré lavados. Em 2019, foram comercializadas mais de 103 mil toneladas e os principais produtores foram os estados de Minas Gerais e São Paulo. No entanto, a hortaliça também é produzida em outros estados, conheça algumas das cidades produtoras desse vegetal no infográfico acima.

produção de beterraba

Informação nutricional da beterraba

Apesar do seu gosto adocicado, a beterraba é um alimento pouco calórico e pode ser consumida por pessoas com diabetes (de acordo com orientação de um médico e nutricionista). As opções para consumo são bastante variadas: crua, cozida, na salada, em sopas e em sucos, não existe uma forma ideal de consumi-la. Essa hortaliça contém antioxidantes (carotenoides, flavonoides), minerais (cálcio, fósforo e potássio) e vitaminas (A, complexo B, e vitamina C).

 

Beterraba: os verdadeiros “poderes”.

Possui um raro composto

A cor roxa da beterraba é devido a presença das betalaínas, um pigmento hidrossolúvel que contém nitrogênio e está presente em todos órgãos da hortaliça. Esse composto está presente em apenas treze famílias de plantas, sendo que as principais fontes desse nutriente, para indústria de alimento, são o fruto de uma espécie de cacto (Opuntia ficus-indica) e a beterraba.

Estudos já colocaram a beterraba como um dos dez mais potentes alimentos com ação antioxidantes.

Outros trabalhos relataram que as betalaínas podem agir como:

  •       Antiviral;
  •       Antimicrobiano;
  •       Anti-inflamatório;
  •       Protege o colesterol bom;
  •       Proteção contra doenças degenerativas;
  •       Prevenção de câncer de próstata e de estômago;
  •       Previnem doenças cardiovasculares.

Para aproveitar esse nutriente ao máximo, é importante consumir beterrabas cruas. Esse pigmento pode perder sua atividade em temperaturas acima de 25°C. Ou seja, cozinhar beterrabas pode não ser uma boa ideia.

 

Aproveitando a beterraba ao máximo

Ao levar uma beterraba para casa é importante escolher aquelas de casca lisa e sem manchas ou rachaduras. Para que a hortaliça dure mais tempo na geladeira, siga essas dicas:

  •       Não lave a hortaliça até estar pronto para usar;
  •       Armazene em um saco respirável em gaveta na geladeira;
  •       Separe a parte folhosa deixando apenas uma haste de um dedo na beterraba;
  •       As folhas podem ser armazenadas na geladeira em outro recipiente e usadas como acelga.

Você sabia que a acelga também é uma variedade de beterraba? Bastante apreciada na culinária oriental, essa hortaliça de talos longos e firmes, com folhas verdes ou avermelhadas pertence à mesma espécie da beterraba que conhecemos (Beta vulgaris). A Beta vulgaris variedade cicla é a hortaliça folhosa e que conhecemos como acelga.


Outra ótima dica para evitar o desperdício, é:

Retirar as folhas, lavar em água corrente e cozinhar a hortaliça. Após esse processo, retire a casca, corte em cubos e armazene no congelador dentro de sacos com zíper. Outra opção é fazer um delicioso purê. No entanto, evite congelar beterrabas que já estejam muito maduras pois esse processo concentra o sabor amadeirado.

E para aproveitar essa raiz por completo, cascas de beterraba e beterraba murcha podem ser utilizadas para fazer corantes naturais.

 

Dá para plantar beterraba em casa?

Nada melhor do que ter vegetais fresquinhos dentro de casa. Por não sofrer com muitas pragas e doenças, a beterraba pode ser uma ótima opção para começar uma horta no canteiro de casa. Seguem algumas dicas para cultivar, em casa, essa importante fonte de nutrientes.

O segredo para cultivar a beterraba é ter um solo fértil, solto e com bastante matéria orgânica. O solo deve ser adubado duas semanas antes da semeadura, sendo importante manter a umidade (sem encharcar o solo) e um ph neutro ou pouco alcalino (6.5 a 7.5).

como plantar beterraba

As sementes (prefira as descortiçadas) devem ser plantadas no outono ou inverno e levam de oito a onze semanas para chegarem no ponto de colheita. O importante é evitar altas temperaturas durante o crescimento da hortaliça.

Por ser uma raiz, a beterraba precisa de uma certa profundidade para se desenvolver, as sementes devem ser plantadas a pelo menos 2 cm abaixo da superfície do solo e com uma distância de pelo menos 15 cm. Por isso, deve se utilizar pequenos canteiros ou caixotes, o espaço recomendado é de 1,2 metro de largura e de 20 a 30 centímetros de altura.

 

Você sabe qual a melhor época para comprar beterraba?

Apesar de ser uma hortaliça de clima temperado, a beterraba é produzida no Brasil durante todo o ano. Na CEAGESP o preço médio do quilo variou de 0,93 centavos a 2,44 reais, sendo que os valores mais baixos ocorreram nos meses de agosto a dezembro e os mais caros entre janeiro e abril.

preço médio da beterraba

Apesar do gráfico ser referente ao preço médio do quilo de beterrabas comercializadas em São Paulo, essa variação também é vista em outros estados.

 

Principais Fontes:

Companhia Nacional de abastecimento (CONAB).

Chhikara, N., et al. (2018) Bioactive compounds of beetroot and utilization in food processing industry: A critical review. Food Chemistry.

Costa, A.P.D., et al. (2017) Minimally processed beetroot waste as an alternative source to obtain functional ingredients. Journal Food Science Technological.

Lentilha

Lentilha: muito além do grão da sorte

Notícia

Muita lembrada no final do ano para as tradicionais simpatias de Réveillon, a lentilha pode ser útil o ano inteiro! ...

03/05/2018

Guavira

Guavira: conheça a fruta símbolo do Mato Grosso do Sul

Notícia

Ser símbolo de um estado não é para qualquer um. A guavira, fruta do Cerrado, conquistou esse posto e hoje é a fruta que representa o Mato Grosso do Sul ...

25/07/2018

tomate

O tomate e seus segredos

Notícia

Tomate, conheça as verdades sobre esse alimento tão presente no nosso dia-a-dia. ...

21/05/2020