facebook
Voltar para a lista

Brexit vai afetar o valor dos alimentos no Reino Unido

08/11/2017

Com a confirmação do Brexit, os analistas econômicos voltam agora sua atenção para os impactos que a saída do Reino Unido da União Europeia (UE) vai ocasionar no dia a dia dos ingleses.

Uma das apostas dos especialistas é que os alimentos frescos, principalmente as hortaliças, ficarão muito mais caros. Uma análise da companhia holandesa de serviços financeiros, Rabobank, previu um aumento de 5 a 8% no preço desses alimentos devido ao enrijecimento dos controles nas fronteiras com a União Europeia.

De acordo com a consultoria, é praticamente inevitável que esse aumento de preço aconteça, isso porque a UE é a maior fornecedora de produtos agrícolas importados do Reino Unido. Países como Holanda, França, Espanha, Alemanha e Irlanda respondem pelos maiores fluxos comerciais de alimentos frescos, como hortaliças, para a terra da rainha.

Além disso, a saída do bloco de livre comércio pode afetar também a moeda inglesa. De acordo com a mesma consultoria, a depreciação da libra esterlina pode ser de mais de 5%, o que teria um grande impacto nos preços.

Esse cenário pode ter como resultado uma boa oportunidade para os exportadores brasileiros!

Fonte: Hortifruti, 08 de novembro de 2017

Ameixa

Ameixa: fonte de fibras e sabor

Notícia

Saiba mais sobre a ameixa, essa fruta – queridinha das comemorações de final do ano - que é fonte de fibras e de muito sabor ...

10/12/2018

Caules comestíveis

Caules comestíveis: conheça 4 opções surpreendentes

Notícia

Pode parecer estranho, mas os caules comestíveis são mais comuns do que você imagina. ...

29/01/2019

Pinhão

Delícias de época: Pinhão invade cardápio do inverno

Notícia

A chegada do inverno traz, além de baixas temperaturas, a abundância do pinhão. Que tal conhecer um pouco mais sobre esse alimento típico do Paraná? ...

11/07/2018