facebook
Voltar para a lista

Relatório Cenário Hortifruti Brasil 2018 mostra que geração de empregos é destaque

31/10/2018

Cenário Hortifruti Brasil 2018

Nesta quarta-feira, 31 de outubro, a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e a Associação Brasileira dos Produtores Exportadores de Frutas e Derivados (ABRAFRUTAS) e o programa Hortifruti Saber & Saúde lançam o inédito relatório Cenário Hortifruti Brasil 2018, que traz o panorama nacional da produção de frutas e hortaliças, responsáveis por grande parte dos alimentos consumidos todos os dias no País. Realizado com base em análise de dados, entrevistas com profissionais do setor e métodos estatísticos, o levantamento investigou 24 cultivos e concluiu que são produzidas cerca de 37 milhões de toneladas anuais desses tipos de alimentos, dos quais 3% a 5% são exportados.

Entre os destaques do estudo, chamam a atenção os números relacionados à geração de emprego. Na fruticultura, por exemplo, são 6 milhões de trabalhadores em uma área de 2,4 milhões de hectares. Já na olericultura (área da horticultura que abrange a exploração de hortaliças e legumes), são 7 milhões de empregos distribuídos em aproximadamente 2,6 milhões de hectares. Isso significa que, a cada 10 hectares cultivados com frutas e/ou hortaliças, são cerca de 25 pessoas empregadas. A título de comparação, na cultura da soja, por exemplo, a cada 10 hectares, é gerado 1 posto de trabalho (dado obtido pela divisão da área plantada com a oleaginosa, 34 mis/ha, por 3,8 empregos gerados pela atividade). Isso significa que, além de um relevante impacto macroeconômico, esse setor também é essencial para a empregabilidade de parcela importante da população.


VEJA TAMBÉM

CNA lança estudo inédito sobre hortaliças

Goiaba vence a crise e conquista o mercado

Brasil busca lugar de destaque na exportação de frutas


Além disso, a tecnologia aplicada aos cultivos de frutas e hortaliças representa uma característica importante. Nas culturas de mamão, melão e brócolis a alta adoção de tecnologia é de mais que 50%. E, ao considerar os cultivos em que a maior parte dos produtores tem perfil de alto ou médio uso de tecnologia, são destaque as culturas de abacate, limão, manga, maçã e morango. Entre as hortaliças, cebola, pimentão e tomate.

“Apesar de o Brasil ser um dos principais produtores agrícolas do mundo, nossos produtores enfrentam o desafio de trabalhar em um cenário, ao contrário do que muitos pensam, adverso. O clima tropical é propício para o desenvolvimento de insetos, fungos, plantas invasoras e outras pragas que prejudicam a lavoura. Por isso, o uso da tecnologia é uma necessidade. Isso implica em um estudo cuidadoso do clima, do solo, das culturas e da interação entre esses elementos, além da utilização de técnicas engenhosas de irrigação, máquinas modernas, ferramentas genéticas, fertilizantes para correção de aspectos naturais pouco favoráveis e defensivos agrícolas”, afirma a coordenadora científica do programa Hortifruti Saber e Saúde, Adriana Brondani.


TALVEZ VOCÊ POSSA SE INTERESSAR POR

Alimentos seguros: o que tem de certo e errado

Frutas, legumes e verduras: qual a diferença?


Como grande parte da produção é consumida domesticamente, o estudo afirma, ainda, que o setor contribui para a segurança alimentar dos brasileiros pela disponibilização de alimentos seguros e saudáveis. “O Brasil é conhecido pelo plantio de commodities, mas também merece destaque quando o assunto é fruticultura e olericultura, pois são exatamente seus produtores os responsáveis pela imensa maioria dos alimentos que consumimos in natura ou minimamente processados todos os dias. Além disso, a produção de HF tem um grande potencial de crescimento no País. Prova disso é a discrepância de produtividade entre produtores mais e menos tecnificados”, acrescenta Adriana.

Sobre o Hortifruti Saber & Saúde 2018

Resultado de uma parceria inédita entre diversos atores da cadeia produtiva, a exemplo de agricultores, academia, associações de classe, consultorias econômicas e indústria agrícola, o programa Hortifruti Saber & Saúde foi criado em outubro de 2017. Seu objetivo é comunicar a segurança e saudabilidade das frutas e hortaliças produzidas no País. O relatório Cenário Hortifruti Brasil 2018 foi elaborado para compor o pilar de dados dessa iniciativa.

Sobre o relatório Cenário Hortifruti Brasil 2018

Para reunir os dados de produção e traçar o perfil tecnológico dos agricultores de frutas e hortaliças de todo o Brasil, o relatório conta com a parceria de consultoria de inteligência competitiva, planejamento e gestão estratégica Blink Projetos Estratégicos. A partir de dados disponíveis no mercado, entrevistas com profissionais de destaque no setor e com base em métodos estatísticos, foi possível fazer extrapolações que resultaram em dados que representam o perfil médio em cada cultivo, nas principais regiões produtoras. Baixe aqui.

 

Fonte: Hortifruti, 31 de outubro de 2018

Benefícios do melão

Benefícios do melão vão muito além da dieta

Notícia

Para entender os benefícios do melão, vamos além dos seus aspectos nutricionais. Sua produção envolve benefícios socioeconômicos e ambientais. ...

18/04/2018

Maçã geneticamente modificada chega aos supermercados dos EUA

Notícia

Fruta geneticamente modificada (GM) para não escurecer depois de cortada começou a ser comercializada em novembro ...

14/11/2017

Nutrientes

Nutrientes: o que são e qual a importância para o organismo

Notícia

Nutrientes são essenciais para o bom funcionamento do organismo. Eles são a prova de que os alimentos fazem muito mais do que saciar o apetite e despertar sensações incríveis no paladar ...

27/12/2018