facebook
Voltar para a lista

Feijão: uma mania nacional

23/05/2018

Feijão

O Brasil é o maior produtor de feijão do mundo com mais de 2,8 milhões de hectares cultivados e em média uma produção de 3 milhões de toneladas por ano. Essa leguminosa faz parte do hábito alimentar do brasileiro.


O feijão é produzido em todas as regiões do Brasil?

Sim, ele é produzido de norte a sul no país. No entanto, é a região Centro-Sul que fica responsável por produzir 75% da safra anual.


Além da perfeita combinação com o arroz, o feijão é muito utilizado em pratos típicos brasileiros, como por exemplo, tutu à mineira, feijão tropeiro, feijoada, acarajé, baião de dois, entre tantos outros.

Saúde na mesa do brasileiro

Se existe um prato que representa o dia a dia do brasileiro, com certeza, é o arroz com feijão. Essa combinação, além de saborosa, é bem interessante quando o assunto é proteína.

arroz no prato

Tanto o arroz quanto o feijão, quando isolados, são considerados alimentos com proteína de baixo valor biológico, ou seja, não fornecem todos os aminoácidos essenciais em sua composição. Mas quando associamos os dois alimentos, os aminoácidos limitantes de um completam os aminoácidos limitantes do outro e possibilitam o fornecimento de todos os aminoácidos essenciais ao organismo.


Qual espécie é a sua preferida?

Embora sejam todos conhecidos pelo nome comum de feijão, nem todos são da mesma espécie.

O feijão comum do grupo carioca e do preto pertencem à espécie Phaseolus vulgaris.  Já o feijão-caupi, vigna, feijão-da-colônia, feijão-da-estrada ou feijão-de-corda são da espécie Vigna unguiculata. Sendo estas, as principais espécies cultivadas no País.


Feijão é bom pra que?

Além de serem fontes de proteína vegetal, os feijões, possuem vitaminas do complexo B e minerais, como ferro, zinco e cálcio. Apresentam alto teor de fibras e a quantidade moderada de calorias por grama, o que conferem a ele grande poder de saciedade.

Consumir feijão é um hábito alimentar saudável. Ao consumir uma concha média de feijão carioca cozido (aproximadamente 100 g – sendo 50% grão e 50% caldo), o seu corpo receberá em média 70 calorias, 4,8 g de proteínas vegetais, 8,2 g de carboidratos disponíveis e 7,0 g de fibras.


SAIBA MAIS:

Temperos naturais: opções para dar mais sabor aos preparos 


Descubra as variedades de feijão

feijão preto

Feijão Preto

Primeiramente, vamos ao principal ingrediente da feijoada, o feijão preto. Muito consumido no Rio de Janeiro e no Rio Gran

de do Sul, essa variedade é resistente a períodos de seca e é bastante produtivo. Ou seja, a colheita costuma ser farta. O caldo é abundante e pode ser preto ou de cor amarronzada

Feijão Carioca

feijão carioca

Também chamado de carioquinha, o feijão carioca é o tipo mais consumido no Brasil. De acordo com o Instituto Agronômico de Campinas (IAC), essa variedade representa 85% das vendas do alimento no País. O grão bege e com listras marrons se tornou bastante conhecido no país a partir da década de 1970.

feijão branco

Feijão Branco

Pelo fato de produzir um caldo ralo, ele é usado em saladas, sopas e ensopados. Uma utilização comum dessa leguminosa é na dobradinha, prato típico do Nordeste. Seu principal ingrediente é o bucho, ou estômago de boi, que é cortado, cozido e combinado com outros alimentos, a exemplo do feijão branco. Apesar de a iguaria ser quase um sinônimo de Brasil, a receita é de origem portuguesa.

Feijão Rajadofeijão rajado

Parecido com o carioca, seus grãos são mais graúdos, com cor levemente rosada e pintinhas de cor escura. Com sabor suavemente adocicado e terroso, essa variedade é chamada de feijão doce (Sugar Beans) em alguns países. De fácil cocção, tem caldo abundante e saboroso.

feijão vermelho

Feijão Vermelho

De grão avermelhado e arredondado, ele é muito utilizado na culinária francesa. Além disso, é uma ótima opção para combinar com carnes, imagine só, também vermelhas. Tem sabor forte e produz bastante caldo.

feijão fradinho

Feijão Fradinho

Também conhecido como feijão-de-corda em algumas regiões, o fradinho não é muito consumido no País. Ganha destaque por ser utilizado no preparo do acarajé, prato típico da culinária baiana. Por produzir pouco caldo é geral

mente consumido como aperitivo. É possível encontrá-lo sendo chamado de feijão-macáçar ou caupi.

As variedades e suas propriedades nutritivas

E não é só isso, as variedades de feijão não são diferentes apenas na aparência, rendimento e sabor. Cada um desses alimentos apresenta características nutricionais próprias, que lhes conferem diferentes benefícios.

Você já deve ter feito alguma dessas perguntas, feijão é:

  • carboidrato?
  • é proteína?
  • é legume?

O feijão é um vegetal que pertence à família leguminosae, essas plantas são caracterizadas por apresentarem vagens que se separam em duas partes e possuem as sementes presas a uma delas. Por isso, cientificamente falando, as sementes desses vegetais são sim legumes.

Já os carboidratos e proteínas fazem parte desse alimento e sua concentração pode variar, dependendo do tipo de feijão escolhido.

Quer ficar ainda mais por dentro dessa leguminosa tão adorada? Compare os principais nutrientes presentes em cada uma das variedades:

Informação nutricional do feijão

Dicas para preparar feijão e deixá-lo mais nutritivo e saboroso

Que tal deixar o feijão mais saboroso e nutritivo?

  •  Para ganhar tempo e retirar compostos anti-nutricionais, deixe o feijão de molho e descarte a água antes de cozinhar.
  • Para melhorar os benefícios desse alimento adicione temperos como alho, cebola, cheiro-verde, pimentas e ervas aromáticas. Estes agregam sabor e benefícios nutricionais extras em função dos seus compostos bioativos, sem alterar o teor de calorias;
  •  Cozinhar o feijão com outros alimentos como cenoura e vagem, igualmente acrescenta sabor e aroma à preparação.
  • Agora, se você quer dar aquela “engordada” no seu feijão,  adicione óleos e gorduras, bem como carnes e embutidos ao preparo. Dessa forma, você aumentará o teor de calorias em função da energia proveniente desses ingredientes;
  • É sempre bom se atentar para moderação no uso de óleo e sal, aumentar excessivamente o teor de calorias pode fazer mal a saúde.

Desafios da produção de feijão no Brasil

Apesar de nunca faltar em nossos pratos, os produtores de feijão enfrentam alguns desafios para produzi-lo. Várias técnicas de cultivo são utilizadas para que esse alimento chegue às nossas mesas. Pesquisas são realizadas para melhorar cada vez mais os fatores de produção que influenciam na qualidade dessa planta que tanto agrega nas nossas refeições.

Cada vez mais os produtores têm adotados tecnologias mais avançadas como irrigação, controle fitossanitário e colheita mecanizada.

Das práticas e técnicas utilizadas para a melhorar a produtividade da cultura, podemos destacar:

  • Melhoramento genético;
  • Uso de sementes sadias;
  • Preparo do solo;
  • Adubação;
  • Controle de pragas e doença; entre outras.

 

Fonte: Cenário Hortifruti Brasil, EMBRAPA, FAO.

Quiabo

Quiabo: conheça esse alimento que veio da África e conquistou o Brasil

Notícia

A versatilidade é um dos pontos altos do quiabo, mas está longe de ser a única. Conheça três benefícios incríveis desse vegetal ...

31/05/2019

Cupuaçu

Versátil e saboroso, Cupuaçu vem do Norte e conquista todo o País

Notícia

De aroma marcante e sabor exótico, o cupuaçu conquista admiradores por onde passa. Conheça mais sobre esse tesouro amazônico ...

15/08/2018

Açaí é base de corante que facilita cirurgias oculares

Notícia

Fruta é base de um composto que pode facilitar muito as cirurgias intraoculares ...

21/11/2017