facebook
Voltar para a lista

Fruticultura: você sabia que a chuva é a sua principal fonte de água?

fonte de água para fruticultura

Na área da fruticultura, o Brasil é o terceiro maior produtor mundial, com cerca de 44 milhões de toneladas ao ano, sendo que quase a sua totalidade é para o mercado interno. Além disso, em 2020 o Brasil bateu recorde ao exportar mais de 1 milhão de toneladas de frutas.

Que precisamos de água para toda essa produção, você já sabe. Agora, você vai descobrir que a chuva é a maior fonte de água para a fruticultura. E quando não chove, o que fazer? Para entender como os produtores lidam com desafios de excesso ou falta de chuva na fruticultura, fique com a gente.

O ciclo da água na fruticultura

As plantas precisam de água para se desenvolverem, e na fruticultura não é diferente. Por isso, para que cheguem em nossas casas frutos de cores vibrantes, grandes e saborosos, a água é essencial.


Leia também

Exportação de frutas: como o Brasil está posicionado?

Exportação de frutas brasileiras: elas podem ir mais longe


Nesse sentido, quando ingerimos esses alimentos também estamos “comendo água”. É por isso que o nosso consumo de água é muito maior do que a quantidade que usamos para cozinhar, beber e para higiene.

Mas, por mais que se use muita água no campo, na produção agrícola ela entra num ciclo fechado. Em outras palavras, isso significa que ao ser utilizada ela volta para o meio ambiente.

O pesquisador e doutor em Engenharia de Sistemas Agrícolas Eusímio Felisbino Fraga Júnior explica que esse retorno acontece preferencialmente de três formas. Na evaporação direta da água do solo à atmosfera; pela percolação, que se define como o movimento da água no solo, da superfície para as camadas profundas, reabastecendo o lençol freático; e pela evapotranspiração, que é a água que planta absorve e volta à atmosfera na forma de vapor d´água.

Dr. Eusimio Felisbino Fraga Junior "A água utilizada na agricultura retorna ao meio ambiente por meio de evaporação, percolação e evapotranspiração. Dessa forma, a água pode atingir novamente a atmosfera, condensar e retornar ao solo na forma de chuva."
Dr. Eusimio Felisbino Fraga Junior - Professor e pesquisador - Universidade Federal de Uberlândia - UFU.

Ou seja, a água com uso na fruticultura e na agricultura, de forma geral, faz parte do próprio ciclo da água na Terra.

A água da chuva é a maior fonte para a fruticultura

Está correto dizer que a agricultura é um dos setores que mais utilizam água, mas também é certo afirmar que a maior parte dessa água vem da chuva. Seja de forma direta, quando a chuva cai do céu e molha as plantas, ou pela estocagem da água das chuvas em reservatórios.

irrigação na prática
Pedro Gonçalves, Produtor de hortaliças, em sua Fazenda. | Crédito: Laís Moreira

Isso faz com que muitos agricultores dependam exclusivamente da chuva para molhar seus cultivos. Por isso, a periodicidade e intensidade das chuvas (índices pluviométricos) em cada região tem monitoramento por agricultores há muito tempo.

Dessa forma, os produtores adaptaram seus plantios de acordo com os índices pluviométricos. Isso pois a ciência já identificou os períodos de desenvolvimento em que a água é mais importante para cada espécie de planta cultivada.

A ausência de chuvas acarreta problemas para a fruticultura

A água relaciona-se diretamente com o desenvolvimento da maioria das frutas, uma vez que o florescimento das plantas se dá após uma certa intensidade de chuva. Portanto, a ausência de chuvas no período que antecede à colheita pode causar rachaduras, diminuição do tamanho e até mesmo a queda precoce das frutas. Esses fatores elevam o risco de produção e também o risco de mercado.

Pegando a citricultura como exemplo, nos meses de setembro e outubro as plantas demandam mais água, época em que os frutos iniciam a sua formação (para algumas variedades). Sendo assim, a escassez de água nesse período também pode ocasionar a queda de flores.


Saiba mais sobre a laranja, limão e tangerina.


Por sua vez, na cultura do pessegueiro, o consumo de água pela planta aumenta na época de floração e começa a diminuir após o fim da polinização. Nesse período, a multiplicação das células vegetais é maior, sendo esse número de células o responsável por determinar o tamanho final dos pêssegos. Logo, a falta de água afetará diretamente o tamanho dos frutos. Que tal conhecer os benefícios do pêssego, um fruto milenar?

Enquanto isso, caso haja falta de água no início do florescimento na produção de maracujá, o potencial produtivo do maracujazeiro será afetado. Lembre-se: não deixe o maracujá na feira, leve essa saborosa fruta para casa.

Já a biologia das bananeiras e do mamoeiro requer uma grande e constante disponibilidade de água no solo durante o ano todo. Nesse sentido, o consumo de água por ambas as plantas é alto e a falta de água, mesmo que por um curto período, pode acarretar a morte de tecidos vegetais da bananeira, fazendo com que a planta morra. No caso do mamoeiro é comum haver queda das folhas, o que deixa os frutos expostos à radiação solar, resultando em queima.


Descubra os benefícios dessas frutas em

Banana é uma fruta de sucesso

Mamão e seus benefícios para a saúde


Plantas que sofram com a falta de água também irão apresentar folhas amarelas, afetando sua capacidade de realizar fotossíntese (produzir energia) e ficando mais vulneráveis ao ataque de pragas e doenças.

Guilherme Coelho "A água é colocada nas plantas a partir de técnicas comprovadas pelos agrônomos. Colocar mais ou menos água faz com que ocorra um desequilíbrio e pode causar prejuízos para a produção das frutas. Tudo é feito observando a necessidade das plantas."
Guilherme Coelho - Presidente da ABRAFRUTAS.

No entanto, o excesso de água também pode ser prejudicial, uma vez que alta umidade aumenta o aparecimento de doenças causadas por microrganismos. Por isso, o ideal mesmo é contar com a chuva em períodos em que a planta precisa de mais água e complementar a sua necessidade hídrica com tecnologia de irrigação. Sendo assim, é importante que o produtor saiba armazenar água.

consumidor de frutas

A escassez de água no campo afeta o seu bolso

A disponibilidade de água é assunto sério na fruticultura. Nesse sentido, tanto o atraso no desenvolvimento dos mais diversos frutos como a baixa produção vão acarretar numa falta desses alimentos e seus derivados, além da elevação de seu preço.

Além disso, a falta de água diminui a qualidade dos frutos. Ou seja, você pode acabar pagando mais por um produto diferente do que você está acostumada a consumir.

Conheça tecnologias de armazenamento de água da chuva

As condições climáticas não são fixas e, com isso, a intensidade e períodos de chuva podem mudar de um ano para outro. Isso afeta negativamente a produção e qualidade das frutas e também das hortaliças.

Por isso, foram desenvolvidas tecnologias para o armazenamento de água de chuva. Tudo feito para aumentar a disponibilidade de água em períodos de escassez. Como por exemplo as cisternas, onde podem ser estocados grandes volumes de água.

Pedro Gonçalves "Água da chuva é muito importante para encher os açudes que servem de reservatório de água para as hortaliças da fazenda em períodos menos chuvosos."
Pedro Gonçalves - Produtor de hortaliças há 14 anos, dono da fazenda Passagem - Divinópolis/MG.

Em algumas regiões é a adoção dessas técnicas que permitem a produção de hortifruti fora de sua época.

Dessa forma, políticas públicas como o programa Uma Terra e Duas Águas (P1 +2) e o Um Milhão de Cisternas (P1MC), tem por objetivo entregar cisternas com a capacidade de armazenar até 52 mil litros de água e assim reduzir os riscos de produção.

Cisterna
Um Milhão de Cisternas | Crédito: Articulação Semiárido (ASA)

Além disso, outra tecnologia utilizada pelos agricultores para guardar água da chuva é o “Sistema Barraginha”, que consiste em abrir miniaçudes (buracos) em pontos estratégicos do relevo de modo que cada um colete volumes significativos de água de enxurrada. Os miniaçudes disponibilizam água para lavouras próximas, conservam o solo e também funcionam como eficientes repositórios de água para o lençol freático.

mini açude
Miniaçude | Crédito: Luciano Cordoval
barragem subterrânea
Barragem subterrânea | Crédito: Veramilles Aparecida

Existe também a barragem subterrânea, uma tecnologia de captação e armazenamento de água de chuva milenar. Esse sistema impede que a água da chuva escorra, segurando-a e fazendo com que ocorra acúmulo e elevação do nível da água dentro do solo. Adotando esse tipo de tecnologia é possível manter o solo úmido por até 5 meses depois da época chuvosa.

Ainda pensando sobre o armazenamento e melhor uso de água, o melhoramento genético de plantas pode ser utilizado para selecionar genes que levam às características de tolerância à seca. Nesse caso, é a planta que “aprende” a fazer o uso mais eficiente da água, diminuindo o consumo durante o seu desenvolvimento. Essas novas cultivares podem ser plantadas em regiões com limitações de água, principalmente onde se pratica agricultura de sequeiro, ou seja, sem irrigação.

Por fim, a disponibilidade adequada de água para as plantas proporciona um crescimento igual para todo o pomar, fazendo com que os frutos também se desenvolvam de forma sincronizada. O produtor produzirá mais e terá mais facilidade durante o processo de colheita, armazenamento e transporte. Enquanto isso, o consumidor receberá frutos de melhor qualidade. Ou seja: vantagens para todos!

 

A água que chega nas nossas casas e lavouras é segura? Saiba clicando aqui!

 

Principais fontes:

Abrafrutas. Dados de exportação 2020. Disponível em: https://abrafrutas.org/2021/02/dados-de-exportacao-2020/. Acesso em 10/03/2020.

Embrapa. Ciência que transforma – Frutas e hortaliças. Disponível em: https://www.embrapa.br/grandes-contribuicoes-para-a-agricultura-brasileira/frutas-e-hortalicas. Acesso em 10/03/2021.

Embrapa. Coleção 500 perguntas, 500 respostas. Disponível em: https://mais500p500r.sct.embrapa.br/view/index.php. Acesso em: 10/03/2021.

Embrapa. Desafios da Produção de Frutas e Hortaliças Frente aos Extremos Climáticos. Disponível em: https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/170421/1/Parte-2-cap-1-Desafios-da-producao-de-frutas….pdf. Acesso em: 10/03/2021.

Maçã geneticamente modificada chega aos supermercados dos EUA

Notícia

Fruta geneticamente modificada (GM) para não escurecer depois de cortada começou a ser comercializada em novembro ...

Vai um chazinho aí?

Notícia

As hortaliças e frutas são utilizadas em diferentes formas, mas você já preparou uma xícara de chá com elas? ...

abóbora

Chegou a vez da abóbora, alimento que é rico em vitamina A

Notícia

Abóbora é bastante diversa em tamanhos, cores, nutrientes e sabores. Conheça a origem desse alimento. ...