facebook
Voltar para a lista

Maçã: uma das frutas mais apreciadas pela humanidade

04/10/2019

maçã

A maçã é um dos alimentos mais lembrado quando pensamos em consumir algo entre as principais refeições. Fácil de transportar e com sabor agradável, ela é uma ótima opção para os lanchinhos intermediários. 

Confira a seguir várias curiosidades científicas sobre essa fruta saborosa que é muito popular no mundo todo. E já deixamos um spoiler: a maçã não é exatamente uma fruta…

 

Maçã: um pseudofruto da macieira

Nunca ouviu falar em pseudofruto? Nós explicamos:

FRUTO: chamamos de fruto o ovário da planta fecundado e desenvolvido. 

PSEUDOFRUTO: órgão da planta que não é originado do ovário, mas sim de outro órgão da planta. No caso da maçã, a parte que consumimos é formada a partir do receptáculo floral. O fruto da macieira, ovário fecundado, fica no interior desse receptáculo, envolvendo a semente e, raramente é consumido.

Embora conhecida e apreciada como fruta, a maçã é o pseudofruto da macieira, também conhecida na linguagem científica como espécie Malus domestica. Além da maçã, existem outros pseudofrutos que chamamos de frutos, como o morango, o caju e a pera.

A denominação botânica “pseudofruto” consiste em determinar qual parte da planta deu origem à parte suculenta que consumimos. Mas nada impede que a chamemos de fruta, já que é consumida e comercializada dentre às mais variadas frutas que conhecemos.


VEJA TAMBÉM

Frutas, legumes e verduras: qual a diferença?


Desafios da produção de maçã no Brasil

A maçã é muito antiga e tem sua origem marcada no continente asiático. Por essa razão, a maioria das variedades são melhor adaptadas ao frio (regiões de clima temperado). Hoje, com o melhoramento genético associado a técnicas de cultivo, como a irrigação, é possível produzir maçã em regiões de clima tropical.  

Pesquisas estão sendo realizadas para melhorar a produção de variedades de maçã com baixo requerimento de frio assim como foram feitas com as uvas produzidas no Vale do São Francisco.

Além da necessidade de adaptação ao clima tropical, a produção de maçã enfrenta outros desafios. Várias pragas e doenças afetam essa cultura e são fatores preocupantes, por causa do aumento dos custos de controle e das perdas na produção. A principal praga da macieira é a mosca das frutas e a principal doença é conhecida como sarna da macieira, causada por fungo. Para vencer esses desafios, os produtores utilizam várias medidas, sendo o controle químico o principal deles. Dessa forma, é possível produzir maçãs sadias, livre de pragas e doenças que afetam a qualidade desses frutos.

 

Tipos de maçã e suas características nutricionais

tipos de maçã
Maçãs Fuji, Argentina, Gala e Verde

Existem muitas variedades de maçã. Mas as mais conhecidas são: 

Fuji

As maçãs Fuji, são originárias do Japão, possuem esse nome em homenagem ao Monte Fuji. Elas são facilmente encontradas no Brasil e possuem um sabor adocicado, pouco ácidas. Sua coloração é vermelha-clara com toques de amarelo. 

Argentina (Red Delicious)

Também conhecida como Red Delicious, essa variedade é importada da Argentina e apresenta coloração avermelhada intensa e brilhante. Com sabor doce suave, sua polpa é pouco suculenta e tem uma textura ligeiramente farinhenta (esfarela na boca) quando está madura. 

Gala

É uma das mais consumidas no Brasil, macia e bem doce. A maçã Gala é pequena em comparação às outras e tem uma casca fina, com coloração vermelha e alguns toques de verde e amarelo.

Maçã Verde (Granny Smith)

Tem pouco carboidrato e é bem ácida. No entanto, destaca-se quanto ao teor de fibras quando comparada às demais variedades.

Todas apresentam valor calórico semelhantes, assim como compostos bioativos, propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias e antimicrobianas. Além disso, podem estar associadas com a prevenção de doenças cardíacas e de alguns tipos de câncer.


SAIBA MAIS

Maçã geneticamente modificada chega aos supermercados dos EUA


E quanto aos resíduos de agrotóxicos na maçã, posso consumi-la com segurança?

Agrotóxicos nos alimentos-mobileMuitas pessoas se preocupam com resíduos de agrotóxicos na maçã. Mas em um estudo realizado pelo Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), coordenado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) mostrou resultados satisfatórios na análise de amostras dessa fruta.

Em seu último relatório, de 2013 a 2015, foram analisadas 764 amostras de maçã e, destas, 683 foram consideradas satisfatórias, sendo que 10 não apresentaram resíduos de agrotóxicos e 673 apresentaram concentrações iguais ou inferiores ao Limite Máximo de Resíduos permitido.  

Esse estudo também monitorou o risco agudo desses resíduos de agrotóxicos para a saúde.  Esse tipo de risco está relacionado às intoxicações que podem ocorrer dentro de um período de 24 horas após o consumo de alimentos que contenham resíduos. 

Foram avaliadas 764 amostras de maçãs em supermercados de todas as capitais do País. No montante avaliado, apenas uma amostra apresentou potencial risco agudo. De todas as amostras analisadas, 99,9% foram consideradas satisfatórias quanto aos riscos desses resíduos.

 

Além de sua forma in natura, quais as opções de consumo da maçã?

As maçãs têm alta aceitação como frutas frescas em todo o mundo e também são usadas para processar suco, vinagre, vinho, geleia, maçã desidratada para chá, polpa para alimentos infantis, iogurtes e até chips de maçã. Sem contar com as deliciosas receitas preparadas com essa fruta saborosa como bolos, tortas, compotas e saladas.

O suco e os demais derivados da maçã são elaborados principalmente a partir de frutas consideradas como descarte, que não alcançam o padrão exigido para consumo (aspecto, tamanho, uniformidade e outros defeitos). Tais maçãs são matéria prima para a produção de suco concentrado, o qual é amplamente utilizado como ingrediente que confere doçura ao alimento reduzindo a necessidade de adição de açúcar. 

Outros subprodutos do bagaço da maçã empregados pela indústria de alimentos são a pectina (fibra), enzimas e ácido cítrico. 

 

Produção de maçã no Brasil

Produção de maçã no Brasil

De acordo com um levantamento do setor hortifruti, a cultura ocupa uma área de 33.244 hectares do território brasileiro. São produzidas, em média, 1,2 milhões de toneladas de maçãs por ano. As regiões sul e sudeste compõem as principais regiões produtoras, sendo os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul responsáveis por 95% da área cultivada brasileira.

No Brasil, os produtores de maçã, em sua maioria, são pouco tecnificados e a colheita é manual. A produtividade é predominantemente baixa, sendo menor do que 15 toneladas de frutos em pomares adultos.  Possuem pouca estrutura para seleção e armazenamento das frutas. Do total produzido no País, 94% é para consumo interno e 6% destinado à exportação. 

 

Fonte: Cenário Hortifruti Brasil, EMBRAPA, ANVISA.

Vai um chazinho aí?

Notícia

As hortaliças e frutas são utilizadas em diferentes formas, mas você já preparou uma xícara de chá com elas? ...

02/01/2018

manga

Conheça os quatro tipos de manga mais comuns no Brasil

Notícia

Existe uma infinidade de variedades de manga, mas será possível descobrir qual delas é a mais saborosa? Clique e confira ...

04/04/2018

Pimentão

Pimentão, a hortaliça que conquistou a culinária mundial

Notícia

Cheiroso e saboroso, o pimentão percorre um longo caminho antes de fazer parte das nossas receitas ...

24/07/2019