facebook
Voltar para a lista

Pimentão, a hortaliça que conquistou a culinária mundial

24/07/2019

Pimentão

O pimentão, fruto da espécie Capsicum annuum L., é uma importante hortaliça cultivada mundialmente. Além disso, é utilizado de diversas formas: verde, maduro, como condimento ou conservante de alimentos.

Pode ser preparado como salada, cozido, em conserva ou processado. Apreciado em todo o mundo, tem sabor marcante, aroma agradável e cores muito atrativas.


SAIBA MAIS:

Conheça a lista de legumes mais consumidos no Brasil


Verde, vermelho ou amarelo: o que difere um pimentão do outro?

pimentão

Você sabia que pimentões são diferentes não somente por suas cores? Eles têm distintas produções, propriedades nutricionais e até sabor. Confira:  

Produção

Pelo fato de o pimentão verde ser colhido ainda antes de amadurecer, ele é produzido em maior escala. Isso torna o seu custo mais barato. Nesse sentido, com o processo de amadurecimento, o pimentão verde se tornará vermelho ou amarelo, dependendo da variedade.


Será que uma hortaliça continua viva mesmo depois de colhida? Quer saber o que acontece com elas nas nossas casas? Assista ao vídeo a seguir:


Já o pimentão amarelo e o pimentão vermelho demoram mais para serem colhidos. Por isso, acabam exigindo mais cuidados contra pragas e demais fatores que podem prejudicá-los nesse maior tempo no campo. Isso aumenta o custo de produção, deixando-os mais caros

Nutricional           

valor nutricional do pimentãoOs três tipos de pimentão possuem baixo valor energético. Dessa maneira, há pouquíssima diferença de calorias entre eles e todos apresentam boa densidade nutricional. Contêm vitaminas, minerais e compostos bioativos.

Quando consumidos de forma crua, são importantes fontes de vitamina C. No entanto, o pimentão amarelo possui maior teor desse composto quando comparado aos outros.

Quando o assunto é vitamina A, o destaque vai para o vermelho, que chega a ter o dobro da quantidade encontrada nos demais. Vale lembrar que, com o cozimento, grande parte da vitamina C é perdida, mas isso já não ocorre com a vitamina A.  

Sabor

O pimentão verde apresenta um sabor mais forte, marcante e azedo. Esta última característica se deve ao fato de ele ser colhido antes de amadurecer. Contudo, o vermelho e o amarelo, por serem maduros, possuem um gosto mais suave e levemente adocicado.

 

Há quem diga que o pimentão é indigesto. Mas será que a culpa é mesmo do fruto?

Muitas pessoas reclamam do pimentão por considerá-lo indigesto. No entanto, essa característica não está relacionada à presença de algum composto no fruto capaz de proporcionar esse efeito. Existem pessoas que o digerem bem e outras não. Ou seja, a capacidade de digerir bem o pimentão está relacionada ao indivíduo e não às substâncias existentes no fruto.

pimentão colorido

 

Por que o pimentão não é tão picante quanto a pimenta?

Botanicamente, não há diferença entre pimentas e pimentões: ambos são derivados de espécies do gênero Capsicum, e as plantas pertencem à família Solanaceae. Essa família, inclusive, é a mesma do tomate e da batata.

Mas, diferentemente das demais espécies de Capsicum, o pimentão não produz capsaicina. Essa substância causa forte sensação de ardência e queimação quando entra em contato com nossas mucosas.

Dessa forma, a ausência de capsaicina nos pimentões é devida a uma forma recessiva de um gene presente na espécie desse fruto. Esse gene elimina a substância e, consequentemente, o sabor “picante”, geralmente associado às demais espécies do gênero Capsicum. Isso significa que o pimentão tem referência zero na escala Scoville, a escala que mede a intensidade de ardor das pimentas.


VEJA TAMBÉM

Confira quais são as pimentas mais ardidas do mundo


O pimentão já foi considerado um vilão, mas hoje é apenas um aliado da nossa alimentação

Há alguns anos, amostras de pimentão revelaram resíduos de agrotóxicos nesses frutos. Mas, felizmente, hoje a produção de brasileira dessa hortaliça é absolutamente segura para o consumo humano.

Em 2001, foi criado o Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos (PARA), coordenado pela Anvisa em conjunto com os órgãos estaduais e municipais de vigilância sanitária. Esse programa tem como objetivo indicar a ocorrência de resíduos de agrotóxicos em alimentos.

Em seu último relatório, de 2013 a 2015, foi monitorado o risco agudo de resíduos de agrotóxicos para a saúde.  O risco agudo está relacionado às intoxicações que podem ocorrer dentro de um período de 24 horas após o consumo do alimento que contenha resíduos. 

Nesse sentido, foram avaliados vários vegetais, incluindo frutas e hortaliças, totalizando 12.051 amostras em supermercados de todas as capitais do País. No montante avaliado, 11.917 não apresentaram potencial risco agudo. Além disso, produtos como a abobrinha, o pimentão, o tomate e o morango, o risco agudo calculado foi considerado aceitável em quantidade superior a 99% das amostras.

 

Cultivo do Pimentão

cultivo do pimentão a céu aberto
Cultivo do pimentão a céu aberto

O pimentão é fruto de uma planta herbácea que pode atingir de 0,5 a 1,5 m de altura. É muito ramificada e cultivada anualmente. Dessa maneira, suas raízes atingem até um metro de profundidade. Além disso, seus frutos apresentam polpa firme, com ampla variação de formas e cores que, junto com seus atributos sensoriais, agradam muito as pessoas.

Mas não são somente as pessoas que são atraídas por essas características. No campo, o pimentão sofre o ataque de diversas pragas e doenças. Assim, para enfrentar o desafio de melhorar o cultivo dessa atraente hortaliça, produtores lançam mão de diversas ferramentas e soluções. Hoje, são utilizadas diferentes técnicas, como irrigação, adubação, cultivo em estufas (protegido) e a céu aberto.

São utilizadas também medidas de controle das pragas e das doenças. São exemplos:

  • Uso de sementes sadias;
  • Tratamento de sementes;
  • Controle químico;
  • Controle biológico;
  • Uso de variedades resistentes.

Essas várias medidas compõem o manejo integrado, melhor alternativa para superar esses múltiplos problemas da cultura.

 

Das Américas para as mais diversas receitas do mundo

Receitas com pimentão

O pimentão está presente nos mais variados pratos típicos do mundo todo, mas é originário da América do Sul e Central. Nesse sentido, há registros de sua utilização desde 7.500 a.C. como parte da dieta humana.

Quanto à disseminação do pimentão para o resto do mundo, uma história diz que o navegador europeu Cristóvão Colombo é responsável por isso. Dessa maneira, ao introduzir o pimentão na Europa, teria feito com que o fruto se espalhasse ainda mais, indo para a África e para a Ásia. Assim, quando chegou na Europa, rapidamente encontrou lugar nas cozinhas de diferentes povos.

Hoje, muitos lugares do mundo usam pimentões em suas cozinhas. Assim, das Fajitas mexicanas, passando pelo Ratatouille francês até o Frango Xadrez chinês, o pimentão é popular em diversos países de todos os continentes.

Além disso, o preparo pode ser feito de diferentes maneiras: ensopado, refogado, como salada, com carnes, em conserva, frito; coberto com molho de tomate, cebola e alho; e até recheado com carne picada, arroz, feijão, queijo e ovos e depois assado.


páprica e pimentãoVocê sabia que a páprica vem do pimentão?

Além de seus vários tipos de preparo, há uma maneira muito comum de se utilizar o pimentão na culinária: em forma de páprica. Muita gente não sabe, mas esse delicioso condimento tem como principal ingrediente o pimentão seco e moído.

 


Produção de pimentão no Brasil 

De acordo com um levantamento do Cenário Hortifruti 2018, o pimentão ocupa uma área de 13 mil hectares do território brasileiro. São produzidas, em média, 350 mil toneladas desses frutos por ano.

Nesse sentido, as regiões sudeste e nordeste são as principais produtoras dessa hortaliça. Já no Distrito Federal, a cultura possui alta importância social por ser caracterizada pela mão de obra familiar.

No Brasil, os produtores de pimentão são, em sua maioria, pouco tecnificados (78%). Além disso, não realizam um planejamento de safra, há um predomínio de cultivo em campo aberto e possuem baixa produtividade (menor que 30 toneladas por hectare).

 

Fonte: Hortifruti, 24 de julho de 2019

Vitaminas

Tipos de vitaminas – saiba quais são e onde encontrá-las

Notícia

Micronutrientes fundamentais, as vitaminas são fundamentais para o bom funcionamento do corpo humano ...

12/02/2019

Consumo de frutas e hortaliças no Brasil está abaixo do recomendado, diz Datafolha

Notícia

Pesquisa inédita revela que apenas 4 de cada 10 brasileiros consome frutas e hortaliças diariamente, OMS recomenda 5 porções diárias ...

16/10/2017

tomate

O tomate e seus segredos

Notícia

Tomate, conheça as verdades sobre esse alimento tão presente no nosso dia-a-dia. ...

21/05/2020