facebook
Voltar para a lista

Plantas nativas do Brasil, quantas você conhece?

12/11/2020

frutas nativas

As plantas nativas são o coração da biodiversidade de uma região. Nesse sentido, há milhares de anos o ser humano cultivava e coletava apenas alimentos que naturalmente se desenvolviam próximos a suas vilas, aldeias ou casas.

No entanto, com a expansão das civilizações, os animais e vegetais como frutas, legumes e verduras também eram levados. Assim, não só o ser humano conquistava novos territórios, mas também aquelas plantas que conseguiam se adaptar a novos ambientes.

Esse processo parece algo muito distante de nós, não é mesmo? Mas ele não é. Na prática,a maioria dos alimentos que consumimos em nossas casas são de origem estrangeira. Nesse sentido, eles foram trazidos para o Brasil pelos europeus.

Plantas nativas e exóticas, qual a diferença?

São consideradas plantas nativas aqueles vegetais que existem em um território muito antes da chegada do homem. Nesse sentido, também recebem o nome de planta ancestral. Portanto, quando se diz que uma fruta é originária de um país, quer dizer que ela é nativa daquela região.

Banana Cavendish
A banana é uma fruta exótica.

Dessa forma, as plantas exóticas não são aquelas que nos parecem estranhas ou menos comuns, mas sim as que foram introduzidas em um novo território pelo homem. A banana, por exemplo, é considerada, no Brasil, uma fruta exótica. É originária do Sudeste da Ásia e teve sua dispersão pelas mãos dos árabes e posteriormente, pelos portugueses e espanhóis, que trouxeram a fruta para as Américas.

Por mais incrível que possa parecer, apesar do Brasil apresentar uma megadiversidade, a maioria das frutas, legumes e verduras (FLV) que consumimos em nosso dia a dia são exóticas. Vale destacar, ainda, que o país conta com cerca de 20% das espécies de seres vivos existentes na Terra.

Consumo dos brasileiros

Ao olharmos para a análise do consumo alimentar no Brasil, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), é possível verificar que entre os 1593 itens alimentares citados pelos entrevistados, as frutas, legumes e verduras mencionadas com maior frequência foram 20. Dessas, apenas quatro são nativas do Brasil. Você sabe quais são?

Frutas, legumes e verduras mais consumidos
Banana, batata inglesa e alface lideram no top3, enquanto o abacaxi ocupa o último lugar na lista.

 

Plantas nativas brasileiras: saiba quais são as mais consumidas

frutas nativas brasileiras
Por mais comuns que os vinte alimentos divulgados na pesquisa do IBGE sejam em nossas casas, abacaxi, abóbora, açaí e mandioca são os únicos nativos do Brasil.

Abacaxi, abóbora, açaí e mandioca são os únicos nativos do Brasil, dentre a lista acima. Sendo assim, povos indígenas que viviam na Amazônia já consumiam essas quatro plantas muito antes dos europeus chegarem nas terras tupiniquins. Afinal, a região amazônica foi colonizada e sua vegetação domesticada muito antes da conquista Portuguesa.

Portanto, os europeus aprenderam com os povos da Amazônia como cultivar, coletar e tratar a mandioca de forma a utilizarem como substituta do trigo.


O chocolate, produzido a partir do cacau, também está entre os alimentos frequentemente consumidos pelos brasileiros. O cacaueiro também é originário da região amazônica. O nome da espécie dessa planta é Theobroma cacao, que quer dizer “alimento dos deuses”, já que era considerado uma árvore sagrada pelos antigos povos Maias e Astecas.

No Brasil, um chocolate precisa ter em sua composição pelo menos 25% de cacau, segundo a ANVISA.


Apesar de não ter aparecido na lista de FLV mais frequente na mesa do brasileiro, um fruto de grande importância social e econômica para o país, o maracujá, também é nativo do Brasil.  Seu nome é de origem tupi-guarani e significa “alimento que se toma de sorvo” ou “alimento em forma de cuia”.

Outro alimento que todo brasileiro conhece e que é originário de nossas terras são as plantas pertencentes ao gênero Capsicum, que engloba os pimentões e pimentas. Presente nos mais variados pratos típicos do mundo todo, há registros da utilização dessas hortaliças desde 8.500 a.C. como parte da dieta humana em diferentes regiões da América do Sul, inclusive do Brasil.

Jaracatiá mobile
Jaracatiá

No entanto, outras plantas nativas do Brasil, como bacuri, cupuaçu, jaracatiá, mangaba, cambuci, araçá e até mesmo a pitanga, não tiveram a sua produção e consumo expandidos além do país. Acesse aqui as 10 frutas brasileiras que você não consome, mas deveria.


Quer conhecer outros alimentos tipicamente brasileiros? Embarque com a gente nessa Viagem pelo Brasil em 15 alimentos regionais e leve para sua casa as frutas e hortaliças que contam histórias do país.


Além disso, as plantas nativas também podem ser categorizadas como Plantas Alimentícias Não Convencionais – conhecidas popularmente como PANCs. Nesse sentido, o termo foi criado no Brasil pelo professor e biólogo Valdely Ferreira Kinupp em 2008. Ele faz referência às milhares de espécies vegetais que são conhecidas pelos humanos, mas que não fazem parte da nossa alimentação diária.

Por mais plantas nativas em nossas casas

Buscar pela inclusão de plantas nativas em nossa alimentação é uma forma de promover a segurança alimentar e melhoria nutricional devido à diversificação de alimentos que podem vir a ser ingeridos.

Frutas brasileiras cupuaçu
Cupuaçu, fruta nativa do Brasil | Crédito: Marcos Luiz Leal Maia

Por isso, a valorização da nossa biodiversidade também é importante para a preservação dessas espécies. Ela também serve para o reconhecimento do potencial das plantas nativas em escala comercial e desenvolvimento de novos produtos.

Ao optarmos por levar para casa esses alimentos, estamos apoiando os pequenos agricultores e impulsionando uma produção diversificada de produtos agrícolas. Isso, portanto, irá impactar de forma positiva também para economia regional.

pitanga-mobile
Pitanga, fruta nativa do Brasil.

Além disso, ao promovermos a diversificação de alimentos em nossos pratos, priorizando inclusão de plantas nativas, estamos também escolhendo aqueles vegetais mais adaptados às condições locais. Por isso, devem ser produzidos com menor custo de insumos, o que reflete em alimentos mais baratos e acessíveis, ou seja, mais sustentáveis.

A fim de possibilitar essa mudança de hábito o Ministério do Meio Ambiente produziu e disponibilizou um livro intitulado Biodiversidade Brasileira Sabores e Aromas. Nele, você vai encontrar mais de 300 receitas que utilizam como ingrediente principal plantas nativas das diferentes regiões brasileiras. Baixe o livro acessando esse link!

Agora que você já sabe a importância das plantas nativas, não deixe de preparar um delicioso prato e compartilhar com o @saberhortifruti no Instagram.

 

 

Principais fontes:

Clement, C. R. et al. The domestication of Amazonia before European conquest. the Royal Society, 2015.

Food and Agriculture Organization of the United Nations (FAO)

IBGE. Pesquisa de Orçamentos Familiares 2017-2018: análise do consumo alimentar pessoal no Brasil. Rio de Janeiro, 2020.

MMA. Biodiversidade Brasileira: sabores e aromas. Ministério do Meio Ambiente, Secretaria de Biodiversidade. – Brasília, DF: MMA, 2018.

Mendes, R. J. S. Biodiversidade da composição de alimentos: dados nutricionais de frutas nativas subutilizadas da flora brasileira.  Dissertação apresentada ao programa de Pós-Graduação em nutrição em saúde pública da Universidade Estadual de São Paulo, 2015.

 

 

 

 

 

cenoura

Cenoura: a raiz comestível que é grande aliada da nossa saúde

Notícia

Rica em vitaminas, a cenoura é um alimento que auxilia em hábitos alimentares saudáveis. ...

27/11/2019

Turismo e saúde: conheça o Circuito das Frutas de São Paulo

Notícia

Quem mora na capital paulista tem uma opção de turismo saudável e saborosa a poucos quilômetros da metrópole ...

27/10/2017

Para comer em outubro: 3 dicas de frutas

Notícia

Frutas da estação podem ser muito saborosas e tendem a ser mais baratas ...

19/10/2017