facebook
Voltar para a lista

Produção de tomates: saiba como é realizada no Brasil

18/12/2020

produção de tomates

Com uma produção de tomates que beira 4 milhões de toneladas, o Brasil está entre os 10 maiores produtores do mundo há dez anos. Nesse sentido, seu cultivo ocorre em cerca de 54 mil hectares espalhados por todo o país. Portanto, é a 7º hortaliça com o maior número de estabelecimentos.

Com uso por pequenos, médios e grandes produtores, a cultura do tomate ocorre tanto por agricultores familiares como por produtores empresariais. Sendo assim, seu consumo pode ser in natura (tomate de mesa) ou industrial (tomate indústria).

Agora, chegou o momento de você descobrir como ocorre a produção desses lindos tomates até estarem pertinho da sua casa. Boa leitura!

Agricultura familiar e produtores empresariais: qual a diferença?

Antes de mais nada, vamos explicar alguns termos. Você sabe a diferença entre agricultura familiar e produtores empresariais?

Pela definição do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a agricultura familiar é aquela em que a gestão da propriedade é compartilhada pela família. Aqui, a atividade produtiva agropecuária é a principal fonte geradora de renda. Por isso, o agricultor empresarial não se enquadra na definição anterior. E, normalmente, apresenta uma produção mais tecnificada e com logística mais bem definida.

Dessa forma, os pequenos produtores são aqueles que possuem fazendas de 5 hectares (ha), os médios até 20 ha e os fazendeiros com áreas ainda maiores são considerados os grandes agricultores. Para auxiliar na visualização, é bom saber que 1 ha equivale a aproximadamente 1 campo de futebol.

Além do mais, tanto o produtor familiar, como empresarial de pequeno à grande porte, podem produzir de forma convencional ou orgânica. Nesse sentido, as tecnologias utilizadas irão depender do objetivo final de comercialização de cada agricultor. Lembrando que ambas as formas de produção são seguras e saudáveis.


Leia também

Segurança Alimentar: garantia de acesso a alimentos seguros e saudáveis

Preservação da água: prática comum de quem produz hortifruti


Diferentes formas da produção de tomates

A produção de tomates no Brasil ainda pode ser do tipo rasteiro ou tutorado. Nesse sentido, a característica está relacionada com o tipo de variedade de tomate utilizado por cada agricultor.

Dessa maneira, o sistema de produção rasteiro adota cultivares rasteiras, conhecidas também como variedades de crescimento determinado. Portanto, esse tipo de fruto direciona-se principalmente para indústria, sendo uma menor quantidade comercializada no mercado e feiras.

Sistema tutorado
Sistema tutorado em ambiente fechado

Por sua vez, o sistema de produção tutorado adota cultivares de crescimento indeterminado. Sendo assim, os frutos dessas plantas exigem operações manuais na condução da lavoura e colheita, são exclusivamente direcionados ao consumo in natura – os tomates de mesa.

Todas essas características foram obtidas  por meio do melhoramento genético de plantas. Você pode conhecer algumas das cultivares desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA) clicando aqui.

O perfil da tomaticultura no Brasil

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Horticultura (Ibrahort) em parceria com a Hortifruti Brasil, a produção de tomates de mesa está presente em pelo menos 4 mil cidades, distribuídas em quatro regiões brasileiras (Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul). Nesse sentido, o número torna-se bastante elevado para um país com 5,5 mil munícipios.

Além disso, é possível identificar pelos dados do IBGE a presença do cultivo de tomate em 282 cidades da região Norte. Esses pequenos agricultores, juntos chegaram a produzir cerca de 15 mil toneladas de tomates no ano de 2019.

produção de tomates Tutoramento em cerca cruzada
Tutoramento em cerca cruzada

Ao todo são quase 50 mil fazendas de tomate, dos quais boa parte é de gestão familiar. Ainda sobre a distribuição da tomaticultura no Brasil, a parceria Hortifruti/Cepea analisou as 37 principais regiões produtoras de tomate. Então, constatou que 63% da produção de tomates do país é destinada ao consumo in natura. Enquanto isso, o restante (37%) destina-se ao processamento industrial para a produção de molhos e derivados.

ranking hortaliças

O plantio mais comum no Brasil acontece com variedades de crescimento indeterminado, sob sistema de tutoramento, principalmente no Sudeste e no Sul do País.

Dados da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) também colocam em evidência a manutenção da quantidade de tomates produzidas no Brasil, nos últimos oito anos. Isso mesmo com o declínio na área destinada ao plantio da hortaliça. Dessa forma, mostra que os agricultores brasileiros estão cada vez mais tecnificados e adotando as boas práticas agrícolas o que permite aumento de produtividade.

Tutorado ou rasteiro: existe o melhor e mais seguro?

O tomate que você consome na sua casa pode ter vindo tanto pela prática tutorada ou rasteira. Contudo, independente da técnica utilizada, a sua hortaliça será de ótima qualidade e perfeita para o consumo. Mas é interessante conhecer as diferentes formas de produção deste alimento, não é mesmo?

Produção de tomates no sistema tutorado

A maior parte dos tomates de mesa são produzidos dentro do sistema tutorado. Sendo assim, o tutoramento é uma prática que o agricultor adota para criar um ambiente propício ao desenvolvimento de algumas plantas de tomate, favorecendo a circulação de ar entre as mudas, diminuindo a proliferação de microrganismos e reduzindo o stress. Portanto, seu uso pode ocorrer de diferentes formas, desde o uso de arames, estacas e outros materiais mais modernos.

produção de tomates Sistema rasteiro usando palha
Sistema rasteiro usando palha

Esse tipo de produção demanda muito mais tecnologia, recursos e mão de obra. Dessa maneira, o investimento reflete em maior produtividade e valor agregado ao produto. Para ter uma ideia, são necessárias duas pessoas para cada hectare em uma fazenda de tomate que adota esse sistema.

Além disso, as plantas de tomate apresentam crescimento contínuo e, por isso, necessita-se de um monitoramento mais frequente do crescimento desses vegetais. Ainda, são mais susceptíveis a pragas, doenças e variações climáticas, principalmente calor e umidade.  Tal fato explica por que é tão comum encontrarmos tomates com preços altos no verão e valores mais acessíveis no inverno.

tipos de produção de tomate

Produção de tomates no sistema rasteiro

Na produção do tomate rasteiro é necessário apenas um trabalhador para cuidar de aproximadamente 4 hectares. Nesse sentido, pelo crescimento dessas plantas ser determinado, é mais fácil fazer a previsão de quando ocorrerá a colheita, além de não exigir a necessidade de podas frequentes.

No entanto, a produtividade dessas plantas é menor e o fruto apresenta menor valor de mercado. Por essa razão,  maior parte de sua produção vai para a indústria.

Por isso, para proteger essas cultivares de pragas e doenças, o agricultor pode utilizar o mulching (um tipo de lona preta) ou cobertura vegetal do solo.

produção de tomates Sistema rasteiro
Sistema rasteiro usando mulching

Gostou de saber as formas de produção de tomates? Saiba que a agricultura está em constante inovação e muita coisa ainda está por vir, não deixe de ler: Tomateiros: a revolução ainda está por vir nas lavouras. Por isso, para conhecer a origem e os diferentes tipos de tomate, acesse: O tomate e seus segredos.

E ainda tem mais conteúdo para você: quer conhecer um produtor e sua fazenda de tomates tutorados? Assista o episódio do tomate no programa Além do Alimento:

 

 

Principais fontes

EMBRAPA. A cultura do tomate. Disponível em: https://www.embrapa.br/hortalicas/tomate Acesso: 15/12/2020

FAO. FAOSTAT, Crops. Disponível em: http://www.fao.org/faostat/en/#data/QC/visualize. Acesso em: 15/12/2020.

HortifrutiBrasil. Especial Tomate & Impactos covid-19 nos curto e médio prazos. Disponível em: https://www.hfbrasil.org.br/br/revista/especial-tomate-impactos-covid-19-nos-curto-e-medio-prazos.aspx. Acesso em: 15/12/2020.

IBGE. Sistema IBGE de Recuperação Automática. Disponível em: https://sidra.ibge.gov.br/pesquisa/pam/tabelas. Acesso em: 15/12/2020

IBRAHORT/CNTM. Diagnóstico da tomaticultura brasileira, descrição e mapeamento da produção. Julho de 2020.

 

Comidas típicas de festa junina

Comidas típicas de festa junina: conheça e se delicie!

Notícia

Pula fogueira iaiá! É tempo de festa junina. Conheça 3 ingredientes indispensáveis para os preparos típicos do evento ...

11/06/2018

Cupuaçu

Versátil e saboroso, Cupuaçu vem do Norte e conquista todo o País

Notícia

De aroma marcante e sabor exótico, o cupuaçu conquista admiradores por onde passa. Conheça mais sobre esse tesouro amazônico ...

15/08/2018

Banana

Banana é uma fruta de sucesso

Notícia

Banana, a fruta queridinha dos brasileiros possui baixo valor calórico e elevado teor de nutrientes. ...

15/04/2020