facebook
Voltar para a lista

Tangerina brasileira: fruta asiática ganha sua primeira versão nacional

01/11/2017

Muito tempo depois de desembarcar no Brasil, vinda da Ásia, a Tangerina ganha sua primeira variedade genuinamente nacional: a Maria. Os responsáveis pelo ‘nascimento’ da mais nova fruta brasileira são os pesquisadores do Instituto Agronômico de Campinas (IAC). E a ‘gestação’ foi longa: 20 anos desde os primeiros estágios de desenvolvimento, passando pela fase de testes e, agora, finalmente, o registro. O nome Maria foi escolhido em uma pesquisa interna realizada pelo Instituto.

Para chegar à Maria, os pesquisadores selecionaram, em meio a centenas de plantas, um cruzamento ideal de tangerina murcote com laranja pera. A nova variedade traz o melhor de dois mundos: a resitência à clorose variegada e à leprose dos citros, típica da murcote, e a resistência à mancha marrom de alternaria da laranja pera. Resistente e diferente, a nova tangerina apresenta outras características que podem fazê-la cair no gosto popular: tem uma casca mais fácil de tirar e um número menor de sementes.  E o gosto, segundo os pesquisadores, é um equilíbrio perfeito entre acidez e doçura.

Mas não vá se animando tão rápido. A nova variedade, que acaba de ser registrada, ainda vai levar alguns anos para ser reproduzida em mudas, em árvores, e chegar à feira livre.

ORIGEM DA TANGERINA

No supermercado e na feira, não costuma haver dúvida na hora de comprar laranjas e tangerinas: são frutas bem diferentes. Mas nem sempre foi assim. As frutas cítricas não são espécies disponíveis na natureza, mas híbridos aprimorados por cruzamentos (assim como a nossa Maria). Essas frutas têm origem nas regiões tropicais e subtropicais do sudeste asiático e chegaram no Brasil com os portugueses.

NOMES VARIADOS

Tangerina, mexerica, laranja-cravo, bergamota, poncã (ou ponkan). Poncãs e mexericas são duas variedades da tangerina. A mexerica atende por vários nomes: bergamota no Rio Grande do Sul, mimosa para os curitibanos e tanja para o pessoal do Piauí e Maranhão. Independentemente do nome, todas são parentes: as diferenças estão na casca, no tamanho e na quantidade de suco que cada uma produz.

Fonte: Hortifruti, 30 de outubro de 2017

Sustentabilidade e hortaliças: uma combinação possível

Notícia

Livro da Embrapa prioriza a ciência em discussão sobre a sustentabilidade da horticultura no Brasil ...

23/10/2017

Brasil participa de feira internacional de frutas e hortaliças

Notícia

Presença na Fruit Attraction tem como objetivo buscar oportunidades para incrementar comércio internacional desses produtos ...

18/10/2017

melao

Fruta tipo exportação: melão brasileiro

Notícia

O melão é fruta mais exportada pelo Brasil em volume. Conheça mais dessa fruta deliciosa e refrescante ...

18/04/2018