facebook
Voltar para a lista

Tempero verde – cheiro de sabor e saúde

09/05/2019

Tempero verde

Talvez você não saiba, mas com certeza já se deparou com o tempero verde em algum prato. Isso porque ele é um dos ingredientes mais comuns nas receitas salgadas do Brasil. Também chamado de cheiro verde, é composto por uma combinação de ervas que garante aroma e sabor às preparações.

Apesar de corriqueiro, há dificuldade em definir exatamente do que ele é feito. A razão para isso é o fato de o tempero verde ser utilizado em todas as regiões brasileiras e cada lugar adicionou um toque especial a ele.

 

Tempero verde nas regiões do Brasil

Na região Sudeste, o cheiro verde é composto de salsinha e cebolinha.

Já na região Nordeste, essa mistura ganha mais um integrante: o coentro.

Nos estados do Norte, é comum encontrar o tempero verde com a “chicória do Amazonas” – uma erva local.

Mesmo dentro de uma mesma região, é possível encontrar variações. Os baianos, ainda que façam parte do Nordeste, por vezes acrescentam pimenta dedo de moça à mistura.


VEJA TAMBÉM

Higienização de hortifruti: como fazer corretamente


As ervas do tempero verde e seus benefícios

Mas não importa a região, todas as versões do tempero verde fazem uma combinação que inclui salsinha e cebolinha.

Salsinha

Muitas pessoas não sabem, mas salsa e salsinha são a mesma coisa. A salsinha, que é fácil de encontrar em qualquer época do ano, pertence ao gênero Petroselinum. Assim, podem ser consideradas salsinhas as espécies: Petroselinum sativum, P. crispum, P. hortense e P. tuberosum.

Aspectos nutricionais

De acordo com a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (Taco), a espécie P. hortense apresenta em sua composição minerais, como manganês, fósforo e ferro, com grande destaque para a quantidade de potássio. Da mesma forma, contém vitamina C, E e do Complexo B.

Cebolinha

Cebolinha mobileA cebolinha é uma das hortaliças mais apreciadas na alimentação humana. É encontrada com facilidade em grandes centros comerciais, em mercados locais e lojas de frutas e legumes. Pode ser consumida fresca ou desidratada.

Por conta da nomenclatura, ocorre alguma confusão entre a cebolinha e a cebolinha-francesa, mas a versão comum possui cor verde-claro e produz pequenos bulbos cônicos esbranquiçados.

Aspectos nutricionais

Estudos recentes indicam que as duas tem nutrientes similares. Destacam-se a baixa acidez, elevado teor de clorofila e também teor razoável de carotenoides totais, compostos associados a benefícios à saúde humana. De acordo com a Taco, a planta apresenta em sua composição potássio e vitamina C.

Coentro

O coentro é uma erva desperta paixões: é amado ou odiado. De sabor marcante, é encontrado em alguns preparos regionais.

Sua origem é incerta, mas sabe-se que os antigos egípcios já a utilizavam para embalsamar corpos e como planta medicinal (eles acreditavam que o vegetal tinha propriedades digestivas, calmantes e, quando usado externamente, promovia o alívio de dores das articulações e reumatismos).

Aspectos nutricionais

Segundo a Taco, o 100 gramas de coentro apresentam 37,3 gramas de fibra alimentar – número que supriria a necessidade diária de 25 gramas, porém não é comum o consumo dessa quantidade de coentro. Além disso, a mesma quantidade da erva possui 784 mg de cálcio e 3223 mg de potássio.

 

Como fazer o tempero verde em casa

Quem gosta de tempero verde sabe que essa combinação de plantas pode ser encontrada já em conjunto em mercados e feiras. Entretanto, é possível comprar as ervas separadamente e criar sua própria versão.


Além de comprar nas feiras e mercados, você também pode ter as ervas à sua disposição em sua horta caseira. Saiba como criar uma clicando aqui


  1. Escolha boas unidades de salsinha e cebolinha;
  2. Se quiser, acrescente alguma outra erva para dar um toque pessoal (a quantidade varia de acordo com o gosto de cada um);
  3. Lave bem as ervas escolhidas;
  4. Seque-as em papel absorvente para retirar o excesso de água das folhas;
  5. Pique-as e misture.

A combinação de temperos deve ser armazenada em um pote que feche bem, forrado com papel absorvente. O tempero verde pode ser armazenado por até uma semana se acondicionado na geladeira.

 

Como usar o tempero verde

O tempero verde pode ser utilizado em diversas preparações e de diversos modos. Há até mesmo receitas de sucos que levam a combinação. Nos preparos salgados, é comum encontrar o cheiro verde no refogado, como tempero de salada ou como base de sopas.

O suco de frutas ganha um toque a mais de sabor com a inclusão do tempero. A combinação mais o adiciona ao suco composto de abacaxi, pepino e maçã. Segundo a cultura popular, a bebida tem função diurética e relaxante, entretendo, não existem comprovações científicas sobre isso.

Que tal conhecer mais das frutas e hortaliças brasileiras? Assim como o tempero verde, vários alimentos são típicos das terras brasileiras. Conheça os alimentos típicos de Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul.

 

 

Fonte: Hortifruti, 09 de maio de 2019

Palmito

Palmito pupunha, juçara e de açaí: você sabe qual a diferença?

Notícia

Existem três principais tipos de palmito. Conheça mais dessa iguaria que domina o mercado brasileiro ...

27/11/2018

As frutas de jorge tadeu

As frutas de Jorge Tadeu

Notícia

Sedutor, Jorge Tadeu dava nomes de frutas exóticas a cada uma de suas conquistas. Conheça quais são elas. ...

07/08/2019

Mini-hortaliças

Pequenas, mas notáveis: mini-hortaliças ganham destaque na mesa do consumidor

Notícia

Além de atraentes visualmente, as mini-hortaliças apresentam mesmo valor nutritivo que as hortaliças tradicionais ...

19/01/2018